segunda-feira, 11 de fevereiro de 2019

O LUTO DO FLAMENGO - Gilberto Cardoso dos Santos


quarta-feira, 28 de novembro de 2018

Bráulio Bessa em Santa Cruz


Que evento maravilhoso
Tivemos em Santa Cruz!
Bráulio, hiper talentoso,
Espargiu bastante luz
A emoção que sentimos
Com as maravilhas que ouvimos
Nenhuma estrofe traduz.

O sujeito é bom de prosa,
Não só mestre em poesia;
A sua história exitosa
A qualquer um contagia.
Seu bom humor envolvente
E história comovente
Nos encheu de alegria.


Mônica Poggi e Bráulio Bessa
deram dicas importantes
Nós aprendemos à beça
Com estes bons palestrantes
Momentos áureos tivemos
E jamais esqueceremos
Desses momentos marcantes!


domingo, 12 de agosto de 2018

PAIEMA DE SETE FACES (Autor: Gilberto Cardoso dos Santos)


PAIEMA DE SETE FACES (Autor: Gilberto Cardoso dos Santos)

Pai nosso que estás no inferno
de um corredor de hospital:
que Deus pai, com olhar terno,
veja este drama fatal.

Papai, bebendo e fumando,
dizia sem embaraço:
- Quero que faça o que mando,
porém jamais o que faço.

O pai falho, atrapalhado,
graças a instinto profundo,
pelo filho é perdoado,
torna-se o melhor do mundo.

Um pai perfeito seria,
decerto maravilhoso,
se não fosse a homofobia
e seu machismo impiedoso.

Em sua última agonia,
o pai para a filha olhou;
e o silêncio que a feria
permanente se tornou.

Felizes, os marginais
ouvem, com prazer profundo
o "feliz dia dos pais
Para o melhor pai do mundo."

Com teu pai te revoltavas,
Pois vã foi a tua espera;
Era um homem de palavras,
Mas de palavra não era.

SANTA CRUZ, 12.08.2018


sexta-feira, 13 de julho de 2018

O OUTRO LADO DA POESIA (Gilberto Cardoso dos Santos)



O OUTRO LADO DA POESIA 
(Gilberto Cardoso dos Santos)

Às vezes a poesia
Cumpre um propósito vil.
Um poeta encabeçou
O Nazismo, tão hostil.
Convenhamos: quanto fel
Verte o poeta Michel
No governo do Brasil!


A Internet está cheia
De inspiração panfletária.
Utiliza-se a beleza
Da forma mais ordinária.
Fala-se em paz e amor,
Em futuro de esplendor,
Quando a intenção é contrária.


O poeta mercenário
Por interesses se guia.
Mas o poeta do bem
Exercita a empatia.
Com amor e simplicidade,
Asperge na humanidade
Unguento de poesia.